ImprimirE-mail

Afilosina

Ref: Afilosina
Tratamento de metrites: Staphylococcus sp, Streptococcus sp;
Tratamento de piodermas: Staphylococcus aureus (coagulase positiva), Staphylococcus epidermitis (coagulase negativa), Streptococcus sp (hemolíticos e não hemolíticos), Corynebacterium sp, Proteus vulgaris;

Composição

Cada 100 mL contém:

Tilosina base .................................................................................. 20,0 g

Veículo q.s.p. ................................................................................ 100,0 mL

 

 Indicação

Tratamento de metrites: Staphylococcus sp, Streptococcus sp; 

Tratamento de piodermas: Staphylococcus aureus (coagulase positiva), Staphylococcus epidermitis (coagulase negativa), Streptococcus sp (hemolíticos e não hemolíticos), Corynebacterium sp, Proteus vulgaris; 

Tratamento de pneumonia enzoótica suína: Mycoplasma hyopneumoniae, Pasteurella multocida, Streptococcus sp; 

Tratamento de mastite aguda: Staphylococcus aureus, Streptococcus agalactiae, Streptococcus dysgalactiae, Streptococcus uberis, Mycrococcus pyogenes, Corynebacterium pyogenes; 

Tratamento de infecção podal: Mycoplasma sp; 

Tratamento de infecções bacterianas secundárias a moléstias virais.

 

 Espécies

Bovinos, Caprinos, Ovinos, Suínos.

 

 Modo de usar

Bovinos: 10 mg de tilosina base/kg de peso corpóreo, ou 5 mL de AFILOSINA/100 kg de peso corpóreo por dia.

Suínos, ovinos e caprinos: 10 mg de tilosina base/kg de peso corpóreo, ou 1 mL de AFILOSINA para cada 20 kg de peso por dia.

O tratamento deve ser prolongado, a critério do Médico Veterinário, por um período mínimo de 48 horas após o desaparecimento dos sintomas.

ATENÇÃO: nas formas graves de mastite micoplásmica, no momento do primeiro tratamento por via intramuscular, pode-se inocular por via intramamária 2 mL de AFILOSINA diluídos em 20 mL de propilenoglicol.

 

 Período de Carência

Suspender o tratamento 21 dias antes dos animais tratados serem conduzidos ao abate para consumo humano. O leite dos animais tratados não deve ser destinado à alimentação humana ou à indústria de laticínios antes de 48 horas (4 ordenhas) após o último tratamento nos casos de administração parenteral e 60 horas (5 ordenhas) nos casos de administração intramamária.

 

 Observações

Interromper o tratamento se o edema vulvar e o prolapso retal não regredirem. Em suínos produz irritação no local de aplicação; podem ocorrer petéquias, pruridos cutâneos, edema de vulva e prolapso de reto. Não associar com antibióticos bactericidas; não associar com soluções parenterais, que causam precipitação “in vitro” do princípio ativo. Conservar em local seco e fresco, ao abrigo da luz solar.

 

 Validade

De 2 anos após a data de fabricação.

 

 Apresentação

Frasco-ampola de vidro com 50 mL, correspondendo a 10 g de tilosina base.

 

 Registro

Licenciado no Ministério da Agricultura sob nº 6.261 em 30/01/1998. PRODUTO IMPORTADO